• cfasgd
  • TFFT

Notícias

23/12/2016 13:12

Nota de Esclarecimento

A Bahia Pesca (empresa vinculada à Secretaria de Agricultura), em parceria com a Secretaria da Saúde da Bahia – SESAB vem oficialmente, por meio desta nota, esclarecer a sua posição em relação às últimas notícias veiculadas na mídia, que trata de uma possível doença (mialgia aguda a esclarecer) causada pelo consumo de peixes em Salvador e Litoral Norte.
As primeiras ocorrências relatadas pela Sesab, durante o período de 14 a 20/12/2016, apontam que nem todos os casos em que os pacientes apresentaram a doença estavam associados ao consumo de pescado.
No que se refere às espécies de peixes relatadas, olho de boi (Seriola lalandi) e badejo (Mycteroperca rubra), são definidas como carnívoras e com predileção por peixes, crustáceos e moluscos, vivem em áreas afastadas da costa, sendo o olho de boi na quebra da plataforma continental e o badejo em áreas recifais, costões rochosos e em áreas estuarinas de alta salinidade. A possibilidade de uma contaminação destas espécies na cadeia trófica e possível contaminação ambiental se torna pouco provável diante do exposto.
Os resultados das manifestações clinicas não relataram evidencias de contaminação por manipulação do pescado, tais como: diarreia, vômito e febre.
É prematuro fazer um julgamento a respeito da associação dos casos da doença ao consumo de peixes.
As amostras do pescado coletado serão analisadas pela Sesab e os resultados apresentados oportunamente.
A Bahia Pesca continuará trabalhando em parceria com a Sesab e manterá a população informada sobre novos acontecimentos.

Bahia Pesca
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.